Seja benvindo, ao sair, não me esqueça, volte sempre.

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

As palavras



  

" Pensai sempre, antes que as palavras deixem os vossos lábios.    Pois a palavra é como o vento, e pode ser a brisa que retempera ou o furacão que destrói. E, como o vento, não pode retornar sobre os seus próprios passos.

      Meditai, antes de proferir as vossas palavras.

      Pois as pessoas que vos cercam são como espelhos, a refletir em vossa direção o que recebem de vós. Assim, a vós retornará tudo o que ao vosso redor espalhardes.

      Por isso meditai sempre. Para que as vossas palavras espalhem o amor, a compreensão, e a paz. Não é uma questão de serdes bons, mas de serdes felizes.

 Vigiai as vossas palavras
     Para que não tragam lágrimas, mas sorrisos; para que ao desespero sobreponha uma nova esperança, à animosidade o perdão, à escuridão um raio de luz. 
    São como ferramentas, as palavras; vossa é a escolha de como serão usadas. Com elas, podeis construir ou destruir.
    Entretanto, uma vez findo o trabalho, deveis  gozar o conforto de um teto, ou assentar-vos  entre as ruínas. E a satisfação, ou o arrependimento, estará em vossa companhia.
    Recordai, sempre, que em cada hoje construís o vosso amanhã. E as dores e alegrias que semeardes entre os vossos irmãos  estarão à vossa espera, em alguma curva do caminho. Pois ninguém foge de seu passado ou se esconde da própria consciência.
Vigia as vossas palavras.”




Trecho do livro: "A Sabedoria de Hassan"
Autor: Flávio Cruz  
Página extraída do Site: No Rastro das Estrelas
De Lúcia Meira.
Clique aqui e visite.

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Alegria


O aquietamento, o relaxamento, a entrega e a sincera busca de comunhão 
com Deus, no íntimo, em prece, sempre nos dará uma sensação de paz e 
alegria que se ampliarão com o aprimoramento da prática. Nunca devemos 
fazer isto mecanicamente, porque não chegaremos a este resultado.
Partindo da verdade que "Se Deus está em nós e está; se Jesus 
recomendou que O buscássemos acima de tudo;  não descansemos 
enquanto não O encontrar!" Intensifiquemos a nossa busca interior para 
realizarmos a transformação de nossas vidas.
A sua alegria acabou de repente, em virtude de algo negativo ou 
desagradávelNão se deixe afetar!  
A verdadeira alegria não depende de fatores externos. Ela provém de Deus 
jorra de seu íntimo cada vez que você reata a sua ligação com Deus!  
Ela lhe ensina a caminhar  imune aos acontecimentos diários; conserve-a 
num positivo estado mental e físico.
A verdadeira alegria suaviza os fardos, sana as mágoas, cura o corpo, 
renova o ânimo, dá-lhe enfim segurança do amor constante de Deus!


Texto extraído de: Leitura Diária
Publicado em: novembro de 2003
Pela: Associação Unidade de Cristianismo



segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Buscando o Cristo



7/1/2013

Autor: Élys Vianna



Dirijo a minha mente
para o interior do meu ser.
Vou ao encontro do Cristo
que habita no meu e no seu coração.


Busco com Ele encontrar-me
através de uma terna oração...
É forte a minha crença,
suave a minha emoção...


Creio!...
A fé transforma a esperança
em um suave renascer...
A noite fica para trás, substituída
por um Sublime Amanhecer.





sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

O Ancião - Uma homenagem a todos que venceram o tempo


31/8/2001


Autor: Élys Vianna

Com a voz mansa e pausada
com todos vai conversando,
demonstrando a sabedoria,
que os anos foram lhe dando.

Há muito vem caminhando...
O tempo rápido passou.
Junto com as suas lembranças,
 muita experiência ficou.

Seus passos, agora, são lentos;
não é preciso mais, correr...
A vida lhe deu o conhecimento
para continuar a viver.

Certo do dever cumprido,
continua caminhando, serenamente,
com a paz no coração
e a bondade, sempre, presente...

Parece um ser solitário
passando pelo caminho...
A oração, é a sua companheira,
Nunca fica sozinho.

É bom seguir o seu exemplo;
para Deus, certamente, conduz...
Assim, a vida, sempre, será,
um manancial eterno de luz.

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Mensagem 236


Não seja impaciente!
Não tenha pressa em chegar ao fim. 
Deixe que o tempo amadureça os frutos de modo que possa 
colhê-los amadurecidos.
Caminhe com segurança e constância, porque 
tudo nos chegará na hora exata e mais  oportuna.
Os frutos amadurecidos à força não são 
tão saborosos quanto os que amadurecem 
naturalmente.
Saiba esperar com paciência e não desanime.


Autor: Carlos Torres Pastorino
Livro: Minutos de Sabedoria
Editora Vozes